Sinopse:
Uma escritora brasileira decidida a abandonar a carreira, um astro de Hollywood decadente, um empresário de estrelas falido, uma detetive frustrada e uma secretária à beira da loucura. Cinco vidas interligadas por um único motivo: Ambição. Mas um escândalo, uma morte e um grande amor serão capazes de transformar a vida destes memoráveis personagens












Detalhes do produto
Onde comprar: Amazon
Formato: eBook Kindle
Tamanho do arquivo: 4906 KB


O livro começa de uma forma tímida com o personagem Alex Clark, um ator que está com sua carreira em crise, acordando e tendo uma bela de uma ressaca. Porém, mesmo estando com uma terrível dor de cabeça, fica preocupado com o rumo que sua vida está levando, fica se martirizando com as duras críticas que recebeu dos últimos filmes em que atuou.

[...]Malditos! Esmurrou a parede, sentindo novamente o sangue ferver. Eu não sou um fracasso! (pag.06)

Conrad Malcolm, empresário de Alex Clark, recebe de sua filha Eileen um livro de uma escritora brasileira. Conrad ler e percebe que o livro seria a tábua de salvação para ele e para Alex.
Alex Clark recebe a proposta mas fica meio receoso, porém Malcolm convence ele a dar uma folheada. Alex dá uma chance para o livro e começa a leitura, sua história era tão fascinante que ele não conseguiu parar de ler e no meio da madruga acaba ligando para o seu empresário muito animado e já tendo certeza que o próximo Oscar de melhor ator seria dele.

- Pelo amor de Deus, por que você não me disse que o livro era tão bom? Mais do que bom até, é, sei lá, como posso dizer? É melhor do que bom... - Alex falava sem respirar. - Preciso desse papel. E precisamos de um produtor, um bom diretor, e... Ou, quem sabe, nós poderíamos... (pag. 25)

A trama é desenvolvida em torno de conseguir os direitos autorais do livro para que o filme possa começar a ser rodado. Entretanto o único desafio seria convencer a autora a vender os direitos autorais do livro. Quando Cristina é informada por seu empresário Augusto Leon de um possível  interesse de um empresário americano em comprar os direitos do livro, ela nem exita em lhe dizer um sonoro "Não!".

-Você é um impertinente. Quantas vezes vou ter que repetir que não vou vender esse maldito livro? - respondeu, batendo com os punhos sobre a mesa. (pag. 26)

Cristina não quer vender o livro, pois ele foi inspirado em seu marido que foi um grande homem, mas seu empresário insiste muito, deixando Cristina sob pressão.
A raiva de Cristina cresce ainda mais quando fica sabendo que existe até um suposto ator para o papel principal e que ele seria Alex Clark. Ela grita dizendo que Alex não era uma pessoa boa, mas como seu empresário Augusto Leon é uma raposa velha, trama rapidamente um plano fazendo Cristina entrar em contradição.

- Quer dizer que se ele merecesse, você venderia?
- Não... quer dizer... quem sabe... Ora, pare com isso, Augusto.
- É você quem está dizendo. (pag. 27)

A discussão termina e Cristina nem imagina o que vem pela frente: Alex é convencido por seu empresário que ele precisava ir para o Brasil convencer a autora do livro que ele era perfeito para o papel. No pensamento de Alex, Cristina era uma velhinha rodeada de gatinhos. Uma bela tarde a campainha da casa de Cristina toca e ao abrir a porta ela dá de cara com Alex e ele percebe o erro de seus pensamentos: no lugar de uma velhinha rodeados de gatos, era uma bela mulher.
Alex praticamente é esquecido por seu empresário na casa de Cristina que no começo não queria ele em sua residência, Os dias foram passando e Alex continua na casa de Cristina. Com a rotina, ela percebe que ele não era o homem cafajeste que as crísticas diziam, mas sim um homem muito atraente, atencioso com os filhos dela e com ela mesmo, brincalhão e dono de um coração grande.

Enquanto a história dos dois vai se desenrolando, podemos acompanhar algumas histórias paralelas, mas que não deixam de ter uma conexão.

Conrad Malcolm, o empresário de Alex, está  na falência por conta do seu vício em jogo. Acaba se envolvendo com pessoas más e por conta disso vive sendo ameaçado caso não pague as dívidas que obteve. Para salvar sua vida em uma das idas ao encontro do seu credor, Malcolm se envolve em um assassinato. 

Marcy Johnson e Ethan são um casal de detetives que se envolvem em um caso de amor após a morte do marido de Marcy, que também era parceiro e amigo de Ethan, Porém Marcy é frustada com o relacionamento, ela queria ser mais que uma amante, queria um homem que dormisse e acordasse ao seu lado todos os dias e que seu filho Daniel tivesse um pai. Ethan gosta de Marcy, no entanto sente remorso por estar dormindo com a ex mulher de seu ex companheiro e ex melhor amigo.

Annie Hill, 24 anos, secretária do empresário Conrad Malcolm é uma mulher assustada, sua mãe a abandonou ainda pequena na casa de sua única parenta, sua avó, que passava quase o tempo todo agredindo Annie com palavras. Podemos acompanhar o desabrochar de Annie, sua história é triste e comovente: ela conhece Darla e seu filho Aiden e Annie passa a querer cuidar dos dois e, aos poucos, Darla vai ajudando Annie a sair do casulo, fazendo a vida dela ter cores e esquecer que existe uma avó doente mas que não se cansa de gritar desaforos.




Solitud, um amor de cinema é um livro que foi me conquistando aos poucos, no começo fiquei um pouco perdida por conta de ter tantos personagens na mesma trama, mas a forma que Graci escreveu foi tão singela e de leitura fácil, sem muitos arrodeios que fui me apaixonando. Os personagens Cristina, Alex e Annie foram criando vida e fui tomando gosto pela leitura. O cotidiano dos personagens é tão familiar que não tem como não se ver no enredo. A química entre Alex e Cristina é forte, mas bem que poderia ser mais avassaladora, ao ponto de o leitor sentir falta de ar. Um livro que me surpreendeu bastante, pensei que seria apenas mais um romance, no entanto subestimei-o, e ele me mostrou que não era bem assim...
Comecei o livro devagar e quando dei por mim estava devorando cada letra, louca para saber o que iria acontecer na próxima página, quando terminei de ler, ri de mim mesma, por ter achado que o livro não seria lá grande coisa. Amei toda a artimanha que o livro possui e no fim eu estava sem folego, preciso tirar o chapéu para Graci Rocha, uma escritora surpreendente.



Outras informações

O livro terá três livros:

1. Solitud- Um Amor de Cinema que ocorre no ano 2000
2. Solitud - Um Bom Ano para recomeçar  - Que ocorre em 2010
3. Solitud - o grand finale - que ocorre em 2014

Acompanhe as novidades nas redes sociais.

blog da Graci Rocha: http://gracirocha.blogspot.com.br/





Um Comentário