Resenha: Um pequeno milagre - Carol Marinelli



Passaram-se quatro anos desde que o médico Ben Richardson perdera sua esposa grávida. Mas ele ainda não conseguira superar a dor. A fim de buscar um recomeço, aceitou trabalhar na emergência. Um dia, durante uma caminhada pela praia, ficou estarrecido ao ver uma bela grávida. Logo descobre que ela se chama Celeste, e que é enfermeira no hospital onde Ben trabalha. Ficar perto dela era uma constante lembrança de todo o sofrimento que passara. Por isso, decidiu manter-se distante. Entretanto, Celeste enfrentava sozinha uma gravidez de risco, e Ben sabia que precisava ajudá-la. Presenciar o milagre do nascimento da filhinha de Celeste o faz perceber que ele ainda pode ser feliz… se estiver preparado para entregar o seu coração.

Editora: Harlequin
Autora: Carol Marinelli
Ano: 2014
Pág.: 116
Classificação: 



Ben Richardson é um homem que além de ficar preso no passado se sente culpado pela a morte de sua esposa que estava grávida. Por conta disso ele não consegue ficar muito tempo em um mesmo hospital, tudo começava bem, mais logo volta a sentir um vazio e por conta disso ia para outra cidade, Tudo isso tinha uma explicação Ben e sua esposa eram médicos e trabalhavam juntos, ele sentia muita falta dela e principalmente do bebê que eles tanto planejaram. 
Mesmo depois de quase quatro anos, Ben não tinha conseguido recomeçar sua vida em lugar algum, então resolveu voltar para Melbourne talvez morando perto de seus familiares e amigos ele voltaria a viver novamente. Ele estava realmente esperançoso em ter um novo recomeço, dessa vez definitivo. 
Enquanto estava correndo pela a praia, voltando de uma visita em um apartamento que queria comprar seu olhar foi atraído para uma mulher que saudava o sol.

então ele a viu, em pé no oceano vítreo, a água na altura de seus joelhos, pernas afastadas e alongando-se, suas mãos estendidas em direção ao céu. (Pág.. 8)

Realmente ele ficou encantado com a beleza de Celeste, porém quando percebeu que ela estava grávida, seu encanto quebrou-se e sua mente voltou para sua esposa. Ao perceber que Celeste não estava se sentindo bem, seu instinto falou mais alto e correu para socorre-la. 


– Bom, já que você está bem... – Ele não terminou a frase e se virou para ir embora. Mas derepente, ela estava segurando a barriga com as duas mãos, e expirando longa e lentamente.– Isso – disse Ben, com firmeza – não é uma câimbra.


Celeste uma jovem enfermeira que por conta de sua ingenuidade em acreditar que estava em um relacionamento sólido entregou-se completamente, para logo descobrir que o homem que ela achava que ele a amava era casado e o pior descobrir que era um grande cafajeste  

pois quando ela engravidou tratou logo de tirar o corpo fora, dando uma solução simples: dinheiro para ela abortar. Celeste jamais iria fazer algo daquele tipo, ela iria enfrentar a gravidez até o fim. 


– Ele sabe? – Ben perguntou, embora não fosse da conta dele. – Quero dizer, ele está ajudandovocê?– Ele achou que estava ajudando – disse Celeste. – Ele me deu dinheiro para fazer um aborto.  (Pág.26)


Celeste se viu grávida e sozinha, sem ajuda de ninguém, quando pensou em pedir ajuda aos seus pais, eles negaram. Agora, ela teria que trabalhar mais do que nunca, mesmo grávida teria que tentar fazer o máximo de plantões possíveis para pelo menos oferecer o básico para seu bebê. Tudo mudou, quando ela conhece Ben um médico que veio ao seu socorro achando que ela estava sentindo-se mal na praia e logo de cara ambos sentem uma atração mutua e no piscar de olhos se tornam amigos.
A amizade e o companheirismo vai crescendo com a rotina, primeiro eram vizinhos moravam no mesmo condomínio e segundo descobrem que trabalham no mesmo hospital. Com o passar do tempo Ben se torna cada vez mais protetor e preocupado com o bem estar dela. ele sentia que um sentimento estava nascendo, porém quando olhava aquela barriga redonda seus medos do passado voltava e sua razão dizia que era melhor se afastar de Celeste o mais rápido possível em quando era cedo, no entanto por mais que quisesse se afastar ele mesmo continuava a se envolver a cada dia mais.



Mas um e-book gratuito da Harlequin, sou meia que suspeita para falar sobre os romances da editora, para mim eles são a válvula de escape para uma resseca literária, isso é por conta da leitura fácil, envolvente, empolgante e aquele gostinho de quero mais. Já fui tão viciada nesses tipos de romances que se eu não me libertasse só leria eles. Porém sempre que volto a ler, não importa qual, eu sempre choro, torço e fico vidrada com as lindas estórias de amor. Nesse livro não foi diferente, fiquei até duas da manhã acordada lendo página por página, totalmente envolvida com estória de Ben e Celeste, chorei com alguns episódios e quando terminei fiquei sentindo saudade do casal.

A estoria é muito fluente, no caso desse livro o ponto de vista fluente é a do Ben, Já li muitos livros desse tipo de gênero, então posso dizer que na maioria dos enredos a mulher é que se torna meio chatinha, o homem louco para ama-la e ela sempre cheia de dúvidas. Eu me surpreendi com esse livro, pois o caso muda. É ela que tem atitude e que está louca para amar e ser amada e Ben quase me fez perder a paciência com seus traumas do passado que não é nada leve e por conta disso dizia para si mesmo que deveria ficar longe de Celeste, mais não era o que fazia.

Indico esse livro, cada vez mas me surpreendo com a qualidade dos livros e das estórias da Harlequin. Um estória emocionante e envolvente que fez meu coração bater mais rápido.







16 comentários:

  1. Oi, Wan!
    Adoro um bom romance de banca. <3
    Concordo totalmente com você que eles são tipo uma cura para nossas ressacas literárias.
    Espero poder ler este em algum momento e curtir. Parece ser uma boa leitura.
    Parabéns pela resenha!
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Leandro, esses romances já me salvaram de muitas ressacas.kkkk

      Excluir
  2. oi, tudo bem?
    eu também baixei esse ebook, parece ser super fofo mesmo. Gosto de romances de banca, ainda mais quando o mocinho é fofo. Cansei daqueles ogros, tipo os protagonistas da Diana Palmer, rs
    beijos
    http://meumundinhoficticio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso é verdade, mais eu também tenho um lado meio que sadomasoquista de vez em quando adoro um ogro kkk

      Excluir
  3. a historia parece ser bem comovente, adorei .
    http://www.eimeconta.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Debora obrigada pela a visita é sim! muito comovente.

      Excluir
  4. Muito bom! Pena que não curto ler muito E-books, só ligo em último caso mesmo...Mas esse livro parece muito bom. Quero ler.
    Beijos!
    Monólogo de Julieta

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Paloma,

      Algum tempo eu também não gostava de E-books, mas hoje gosto muito de ler.

      Excluir
  5. Olá!

    Que demais, eu sou suspeita porque amo os romances da editora e tem razão, são ótimas válvulas de escape para ressaca literária.
    Uma pena ter perdido, aliás, foi duas ainda! Achei linda a ação dele e estou curiosa para saber se estará pronto para entregar o coração rs.

    Beijos!
    De tudo um pouco

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu adoro esses livros, Tamires acho que você vai gostar muito do livro é uma bela estória.

      Excluir
  6. Oiee

    Realmente esses romances da Harquelim são viciantes quando era adolescente lia muito romance de banca e adorava rsrsrs hoje em dia não leio mais mas de vez em quando é bom sim ler essas histórias.

    Beijos

    www.livrosechocolatequente.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Andressa, quando eu era adolescente lia muito , totalmente viciada até que fiquei muito iludida e resolvi me aventuras em outros gêneros, se não ia ficar muito romântica. kkkkkkkkkkkkkkkkk

      Excluir
  7. Oi!
    Nunca li um desses romances da Harlequin, mas tenho bastante vontade, o livro parece ser bem legal, fico contente que tenha gostado da leitura ;)
    Beijos
    Guilherme - http://leituraforadeserie.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gui,
      se você gosta de romance, então esses são os livros certos. Beijos

      Excluir
  8. Oiee ^^
    Não conhecia esse livro, e nunca li nada da Harlequin, mas fiquei curiosa para ler. Histórias com superação e coisas do tipo não são as minhas favoritas, mas a sua resenha realmente me deixou curiosa.
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Eu também já fui viciada nos livros da Harlequin, hoje leio menos, mais ainda são fã. E você disse tudo, é uma ótima válvula de escape para ressacas literárias.
    Abraços,
    Gisela
    @lerparadivertir
    Ler para Divertir

    ResponderExcluir