Resenha: Chuva de Novembro - Pet Torres

Ele amava a sua esposa mais do que a sua própria vida...
Eric Onil perdeu a sua esposa apenas com alguns meses de casados. Essa perda o enclausurou em seu quarto sombrio e silencioso durante sete anos. Ele havia mergulhado num mundo de depressão e alcoolismo. Porém, uma jovem surgiu em sua vida e Eric passou a ser resgatado para o mundo atual acompanhado das lembranças de sua esposa que sempre permaneceu viva dentro dele. 










Editora: Chiado Editora
Páginas: 200
Ano: 2016
ISBN: 9789895167890
Classificação:






Olá amados, a resenha de hoje é sobre um livro que teve como inspiração á belíssima música do Guns N'roses. November Rain.

Chuva de novembro, é o primeiro livro em formato físico da autora Pet Torres. Nossa jovem autora já possui uma longa lista de livros lançados na Amazon.

Eric Onil passou por uma grande dilema em sua vida. Após o falecimento de sua jovem esposa alguns meses depois do casamento, ele se entrega ao álcool e a depressão por longos anos. Alcino irmão de Eric não aguentava mais mais ver seu irmão entregando sua vida de mãos beijada para uma vida amargurada. Porém ele já havia tentado de tudo, suas esperanças estava chegando ao fim até que em uma noite, enquanto estava em uma casa noturna se depara com uma garçonete que era a imagem e semelhança da esposa falecida de seu irmão. Imediatamente ele tem uma ideia, uma ultima tentativa de fazer com que seu irmão volte a viver.

Soletude não gostava muito de trabalhar na casa noturna, mas as gorjetas eram bem alta. A noite foi como uma outra qualquer, quer dizer se não fosse por um simples problema; ela havia sido demitida. Arrasada Soletude volta para o apartamento que compartilhava com sua amiga, sem dinheiro e sem emprego ela estava repensando se não seria melhor voltar para o interior. Porém assim que o dia raiou ela recebe uma visita inusitada; uma mulher granfina aparece em sua porta com uma proposta de trabalho. Soletude aceita, mas assim que sua rotina de trabalho começa ela meio que se arrepende até conhecer Eric um fantasma vivo que perambulava na mansão.


Juro que tentei escrever uma premissa que não soltasse muita spoiler, pois é quase impossível. A escrita da Pet Torres está muito fluida nesse romance e madura também. 

Eric Onil é o típico homem que está sofrendo por causa de sua perda, porém seu luto estava durando mais do que o necessário. Toda a aura dele é envolto de tristeza, escuridão, luto, álcool e depressão. E todos esses sentimentos juntos é muito palpável. Ele foi o personagem que ao meu ver se destacou muito. Soletude é a chave que irá liberar Eric de sua prisão, mas não será nada fácil ela precisará ser forte por ela e por ele.

Chuva de novembro foi uma leitura que me deixou sem palavras e por conta disso não estou conseguindo transmitir para essa resenha todas as minhas emoções. Como eu havia dito antes o livro é inspirado na canção November Rain, isso é muito gritante. Li muitos trechos que me lembrava ao clip e na própria letra e amei o resultado do conjunto.

O enredo é muito rápido ( livro para ser lido em um dia) e envolvente, romântico na medida certa. Pet foi muito audaciosa em recriar algo de uma música que até hoje conquista legiões de fãs.  

A editora fez uma maravilhoso trabalho com o livro. O que me pressionou muito foi a capa, muito diferente das capas dos livros da autora, por serem bem peculiares mas não deixa de ter seu toque. A diagramação também está linda, porém vi alguns erros; trocas de letras, troca das frases e isso meio que me incomodou já que o enredo é maravilhoso. Porém dessa vez irei relevar já que a história me prendeu do começo ao fim, em nenhum momento senti vontade de parar a leitura e ligar a Tv pelo contrário não larguei o livro até saber como iria terminar.

Pet como sempre é maravilhosa e uma escritora talentosa, estou muito feliz que seu trabalho em fim está sendo reconhecido.



Nenhum comentário:

Postar um comentário