Olá meus amados leitores! Hoje vamos ter uma resenha dupla; Eu sei que não é o costume do blog fazer isso. No entanto, como eu li o primeiro livro há algum tempo e o segundo nessa semana. Então achei melhor fazer isso. Prometo que não será uma resenha longa até por que não quero soltar tanta spoiler.

A Autora Marja é parceira do blog á muito tempo, e sempre que posso, gosto de ler suas obras. Marja é o tipo da autora que não fica apenas em um gênero, ela gosta de se aventurar. Por conta disso, não existe mesmice e tão pouco rotina, ela escreve de tudo. Então dessa vez sua escrita me pegou em cheio.

Conhecendo a
Trilogia A Hora Perdida



 Sinopse: Há quatro anos o mundo se perdeu e os Zumbis tomaram conta de cada pedaço do planeta. Sandra era apenas uma adolescente gordinha e antissocial, perdida em um mundo dominado por monstros, tentando salvar suas irmãs e amigas. Muito cedo se tornou responsável por si mesma e por aqueles que amava. Um pequeno grupo de mulheres, de meninas, em um mundo tomado de zumbis? Era um milagre estarem vivas por tanto tempo. Passado quatro anos, a esperança tomou conta de Sandra ao conhecer Chacal, alguém que lhe prometera uma chance de viver longe daquela vida de morte e medo. Mas para chegar até Chacal e o mundo protegido que ele criara, Sandra precisaria levar seu pequeno bando até um lugar escolhido para isso. E como fazê-lo sozinha, sem ajuda, sendo a única a lutar? Ao conhecer o bando de Dean, a esperança se renova. Sandra está determinada a juntar os grupos e assim obter proteção para chegar ao lugar combinado com Chacal. Mesmo que Dean não a queira por perto, mesmo que ele não aceite a presença de tantas meninas para serem protegidas! Sandra está determinada a conquistar seu lugar no bando de Dean, a qualquer preço! E o preço, além do seu coração, poderá ser sua vida! Correndo perigo, vivendo de privações, ao lado de Dean a vida parece mais bonita. Mesmo que ele negue o que sente. Mesmo que Sandra repudie o amor nascido no caos. Juntos, apenas juntos, poderão ter uma chance de encontrar a salvação! 

ISBN: B0173ON5B6
Ano: 2015 / Páginas: 407
Idioma: português
Editora: Amazon
Classificação:





Sandra está de volta ao lado de Dean, em uma busca por sobrevivência. Depois de ver suas amigas e irmãs partirem, a desolação de permanecer naquela vida de privação a forçou a encarar sua realidade: estava perdida em uma vida sem perspectivas.  Zumbis por todos os lados. Mistérios por toda parte. Junto com Dean, Sandra encontra uma amiga inesperada, uma pessoa para proteger e acolher. Dill, uma inesperada sobrevivente, trás a luz mistérios que Sandra ou Dean jamais imaginariam descobrir! Enquanto isso, do outro lado do mundo, a chagada na Ilha intriga todos os integrantes do bando de Jaques. Alice, Cida e Gabriel encabeçam uma busca por adaptação e pelo reencontro de Sandra e Dean. Uma vida diferente, uma vida onde não de enquadram. Como viver em paz sabendo que o bando ainda não estava completo? Alice se perde em uma depressão que pode lhe custar a permanência na Ilha.  Cida se engaja na busca por Sandra.  Gabriel tenta encontrar uma forma de lidar com tudo isso, sem abrir mão da vida longe das criaturas. Será a Ilha um lugar verdadeiramente seguro? Será que lá fora o perigo é maior? Será que Sandra e Dean poderão ser resgatados com vida? Será que o amor pode vencer em uma vida destruída pelo apocalipse? 
ISBN: B0173ON5B6
Ano: 2015 / Páginas: 407
Idioma: português
Editora: Amazon
Classificação:



Pense como eu amei essa história! Olha que eu não sou fã de continuações, passo longe quando vejo que o livro faz parte de séries. O único motivo pelo qual passo longe; é pelo o simples fato de que em algumas vezes o(a) autor(a) se perde no próprio enredo tipo: no primeiro livro a história é bem fluida, personagens carismáticos, vilões malvados, o enredo enlaçando totalmente o leitor. Porém no segundo livro a qualidade declina. É disso que tenho medo, pois isso quase sempre acontece. 

Mas para a minha alegria, isso não aconteceu com a trilogia A hora perdida ( ou pelo menos os dois primeiros livros) Tanto no livro um, quanto o dois me pegaram de jeito, só larguei o Kindle quando terminei de ler. O enredo é viciante, personagens super carismáticos, situações que o leitor acaba roendo todas as unhas e quando o livro termina chega aquela ressaca literária.  Após embarcar na trama você só irá desembarcar quando o livro acabar, e sinceramente você desembarca com muita raiva por saber que o terceiro e ultimo livro ainda não está pronto. 

No livro 1 você irá conhecer Sandra e seu bando e toda á difícil trajetória que elas irão fazer para chegar no local onde Chacal determinou que iria está, assim salvando-as daquele inferno. É no livro um que o bando de Jaques entra na história e junto com eles: Dean filho de Jaques o verdadeiro líder do bando, já que Jaques é apenas um líder no título. E é com a entrada de Dean que o romance entra da história, e adivinha com quem? Sandra, nossa guerreira. Porém, outros problemas chegam com a união do grupo, assim como outros mistérios. Personagens ainda mais carismáticos dão o ar da graça, como a Lua uma mulher que consegue ver o futuro e Gabriel irmão de Dean que também se apaixona por Sandra.

No livro dois A hora perdida - Caindo do céu: É ainda mais eletrizante, Marja a autora consegue manter a qualidade do enredo e todo o ar de mundo pós-apocalíptico. Porém outras surpresas surgem, como uma outra personagem que me cativou muito Dill, ela é a versão de Sandra só que mais feminina e com uma outra diferença. ( que não vou dizer qual é, para não perder a graça)  No segundo livro você verá uma Sandra mais mulher e menos líder, sem deixar de ser guerreira e teimosa. Dean está mais carinhoso e seu temperamento mais controlado. Percebi também que a pitada de hot entre os dois faltou, mais isso tem um motivo: Os dois nunca estão sozinhos.

É no segundo livro também, que personagens secundários do primeiro livro como: Cida, Gabriel  e Alice tomam seu lugar na trama e ficam mais evidentes. Principalmente Alice a medrosa do primeiro livro. Nessa continuação vamos conhecer o motivo de Alice ser tão dramática e cheia de medos e traumas, mas também veremos sua evolução. Chacal também entra na história, agora mais palpável. O novo mundo que chacal criou é realidade, porém não tão perfeito assim, já que tem muitas regras. Lembrando que para entrar nesse mundo, há uma seleção.

Um novo mistério surge  e Dill é uma peça chave para descobrir o que realmente aconteceu com o mundo. Mas para a minha raiva, o livro termina bem na hora. E infelizmente o terceiro ainda não está pronto. Agora é se acalmar e esperar...

                                                    
Então, é ou não é uma história e tanto? O enredo lembra muito a serie The Walking Dear. Porém, a autora deixou os zumbis como pano de fundo e focou mais no convívio entre as pessoas e todos os dramas que acontece quando se vivem em grupo lutando pela a sobrevivencia. Todos os personagens tanto secundários como principais são bem desenvolvidos. 

Tanto o volume um e dois mantém a qualidade e a história não sofre declínio, algo que acontece em continuações. Não vi erros, mas se vi nem prestei atenção, por que estava totalmente envolvida no mundo que Marja criou. Infelizmente o terceiro e ultimo livro da trilogia não está pronto. Resta-me aguardar.

Indico muito essa história para quem gosta de romances pós-apocalípticos envolvendo zumbis e sobrevivência da raça humana. Tenho certeza que se você ler, não vai querer parar!

   




Um Comentário