Certa noite, meu pai me perguntou se eu gostaria de me tornar uma noiva fantasma..." 1893. Li Lan é uma jovem que recebeu educação e cultura, mas que vive sem grandes perspectivas depois da falência de seus pais. Até surgir uma proposta capaz de mudar sua vida para sempre: casar-se com o herdeiro de uma família rica e poderosa. Há apenas um detalhe: seu noivo está morto. A NOIVA FANTASMA é o surpreendente romance de estreia de Yangsze Choo, a escritora de ascendência oriental que está encantando fãs por todo o mundo. Por mais fantásticas que pareçam, as noivas fantasmas ainda resistem até hoje em parte da cultura asiática. A prática, que chegou a ser banida por Mao Tsé-Tung durante a Revolução Cultural, foi muito frequente na China e na Malaia (hoje Malásia) no final do século XIX. O casamento era usado para tranquilizar um espírito inquieto, e garantir um lar e estabilidade para as mulheres que diziam "sim" a maridos já falecidos. É claro que elas tinham um preço alto a pagar, e com Li Lan não seria diferente. Evocando obras como Neverwhere, de Neil Gaiman, A NOIVA FANTASMA é uma história impressionante sobre o amor sobrenatural e sobre o amadurecimento, escrita por uma extraordinária nova voz da ficção contemporânea. Eleito o Livro da Semana pela Oprah.com, entrou em diversas listas de melhores livros do ano, como Indie Next List's Pick, Glamour Magazine Beach Read, The Bookseller Editor's Pick e Library Journal Barbara's Pick.



SBN-13: 9788566636277
ISBN-10: 8566636279
Ano: 2015 / Páginas: 360
Idioma: português 
Editora: DarkSide® Books
Classificação:








Assim que eu vi o livro a noiva fantasma, foi amor a primeira vista. Algo em mim dizia: VOCÊ TEM QUE LER AGORAAAAAAAAA. Então foi isso que eu fiz. Li Lan é uma personagem que logo conquista o leitor, porém a leitura em si demorou a me conquistar, talvez pela a narração muito detalhada, ou seja, o livro é contado em primeira pessoa, nesse caso a própria Li Lan narra sua aventura.

O Clima no livro é um pouco puxado para o suspense, não achei tão aterrorizante. Mas para mim que nunca tinha lido algo desse gênero achei um pouco bizarro. Depois que  me acostumei com a leitura, fiquei completamente perdida no enredo. A história puxa o leitor para dentro do livro de tal forma, que é praticamente uma abdução.

Várias vezes me sentir como se fizesse parte do enredo, e não apenas uma leitora. O mundo que a autora criou com base nas crenças ainda existentes na Malásia é tão complexo que é difícil saber o que é real e o que é imaginário.

É mundo lindo e assustador ao mesmo tempo. Li Lan é uma personagem que flutua entre os dois mundos e é através dela que somos apresentando ao sobrenatural. Em seu aniversário de 18 anos, Li Lan se ver perdida e encurralada por estranhos acontecimentos e quando menos imagina sua liberdade é tomada. A busca por sua liberdade se torna uma verdadeira saga, onde ela irá conhecer um mundo totalmente diferente do seu.

Além de você se deliciar com uma história impressionante, ainda é informado sobre a cultura da Malásia. Malásia é um país que foi colonizado por tantas culturas, que acabou se tornando uma colcha de retalhos, um pouco de Portugal, um pouco da Inglaterra, uma pitada do Japão. E assim Malásia se tornou que é hoje.


A noiva fantasma é um livro que me surpreendeu muito, principalmente o final. Na verdade, esse livro é uma verdadeira saga, é incrível que a autora tenha criado um enredo dessa proporção em apenas um livro, pois se fosse nas mãos de outros autores teria se transformado em uma série.

É muita informação para um livro só, mas é perfeito. Eu não tiraria nada, tudo bem, que no meu caso eu demorei um pouco a me acostumar com a forma que autora escreve, mas depois do segundo capítulo eu não quis mais parar de ler.

Todos os personagens são bem trabalhados, cada um com sua personalidade e principalmente com sua história. Se Yangsze Choo, quisesse escrever um livro para cada personagem, cada história seria melhor que a outra. Simplesmente porque dá vontade de conhecer melhor os personagem que se cruza com Li Lan.

A Noiva fantasma, foi o primeiro livro que li da editora Dark Side. Vou ser bem sincera, a qualidade do livro é de cair o queixo.

OBS: Eu tentei, juro que tentei fazer o Origami, infelizmente não consegui!



Um Comentário

  1. Olá. Minha prima ganhou o livro de Natal e eu fiquei completamente apaixonada pela capa. O mundo sobrenatural me chama muito atenção desde que li Anna vestida de sangue, então o livro já está na minha lista para ler!
    Beijo, Leitora Encantada

    ResponderExcluir