Resenha: A Garota do Calendário, Janeiro - Audrey Carlan




Mia Saunders precisa de dinheiro. Muito dinheiro. Ela tem um ano para pagar o agiota que está ameaçando a vida de seu pai por causa de uma dívida de jogo. Ela precisa de um milhão de dólares. A missão de Mia é simples: trabalhar como acompanhante de luxo na empresa de sua tia e pagar mensalmente a dívida. Um mês em uma nova cidade com um homem rico, com quem ela não precisa transar se não quiser? Dinheiro fácil. Parte do plano é manter seu coração selado e os olhos na recompensa. Ao menos era assim que deveria ser... Em janeiro, Mia vai conhecer Wes, um roteirista de Malibu que vai deixá-la em êxtase. Com seus olhos verdes e físico de surfista, Wes promete a ela noites de sexo inesquecível — desde que ela não se apaixone por ele.





ISBN-13: 9788576865063
ISBN-10: 8576865068
Ano: 2016 / Páginas: 144
Idioma: português 
Editora: Verus
Classificação:






Sabe quando você julga o livro sem ao menos ler, pois é, aconteceu comigo. Assim que a série garota do calendário ganhou espaço na blogosfera, meio que imediatamente disse para mim mesma que jamais leria. Primeiro, eu não gosto muito do gênero erótico, infelizmente não tive boa experiencia. Gosto de histórias que sejam bem desenvolvidas e que o sexo seja apenas um resultado e não o assunto principal. Segundo motivo, é por também não gostar de série, já me decepcionei muito com as continuações.

Pois bem, passei por um período que não estava com vontade de ler nada, até fiquei com medo de ter perdido a vontade de ler. Por conta de uma promoção na Amazon, comprei o E-book da Garota do calendário do mês de janeiro, e mesmo não querendo ler iniciei a leitura. 

Mia é uma jovem que precisou aceitar a oferta de sua tia: ser uma acompanhante de luxo por um ano. Tudo porque, a vida de seu pai corria risco. Ele acabou devendo 1 milhão de dólares, para um ex- namorado dela que era barra pesada.  No contrato, teoricamente ela não precisava dormir ( fazer sexo) com os cliente, até por que a prostituição era proibida em seu Estado. Porém, caso acontecesse o cliente pagaria  20% a mais, nesse caso seria deixado nas mãos dela. Livrando assim, a empresa da tia dela de qualquer ilegalidade. 

Mesmo não querendo ir, Mia vai ao encontro do seu primeiro cliente: Wes, um roteirista de Hollywood. Sua missão era simples: Ela seria sua namorada por um mês, e deveria comparecer em todas reuniões e festas ao lado dele, assim espantado as vigaristas de plantão. Porém a química entre os dois é muito forte e acaba rolado muito sexo entre eles. Foram 24 dias de muito aventura, luxo e sexo,


Bom, como eu disse não sou fã de romances eróticos. Porém, com esse foi bem diferente, apesar de não ser aprofundado e muito menos detalhado, gostei do enredo. Garota do calendário, no meu ponto de vista é um diário, onde Mia escreve sua aventura como acompanhante, cada mês iremos conhecer um novo cliente e uma nova situação.

Mia é uma mulher de mente livre, nesse primeiro livro gostei muito do primeiro cliente, Wes. E por mim ela já ficaria com ele e parava de ser acompanhante, porém a história não irá por ai.

Não sei como será os outros volumes, porém espero que a história continue tão legal, como esse. Wes é o tipo de personagem que as leitoras irão de apaixonar, é inegável que existe entre eles mais do que uma química sexual, senti que havia um sentimento entre eles nascendo.

É um livro perfeito para ser ler em uma tarde, só não gostei muito por ser pouco detalhado, semanas se passavam em apenas duas ou três páginas. Mas, é um livro gostoso de se ler. Como eu disse antes, amei o primeiro cliente da Mia, e não sei como será minha reação ao ler o segundo livro. Me sentirei traindo o Wes... Muitas perguntas surgiram: Como será o próximo cliente? Qual será a missão dessa vez? Será que ela sentirá saudade do Wes? Será que ela vai se apaixonar por esse segundo cliente?. Enfim, algumas perguntas já foram respondida no final do livro, já que e autora disponibilizou uma premissa da próxima aventura.



Nenhum comentário:

Postar um comentário