Ainda hoje o preconceito contra os romances de banca ainda existe, talvez tornou-se maior do que alguns anos atrás.
Comecei realmente a gostar de ler por conta dos romances de banca ás inesquecíveis séries que tinha como nome: Júlia, Bianca e os meus preferidos até hoje os romances históricos. Posso dizer que eles foram a iniciação para eu me tornar uma leitora tão apaixonada por livros. Os primeiros preconceitos que senti pelo tipo de leitura que eu gostava eram da parte das minhas professoras, que viviam criticando, dizendo que eu precisava ler algo mas útil e eu não entendia, pois sempre via elas lendo romances parecidos na hora do intervalo, eu era tão criticada que não levava mais os livros para a escola, preferia ler no aconchego do meu quarto. Com o tempo fui entendendo o porquê de tantos preconceito, os '' leitores mais cultos'' preferiam ler o clássicos e criticavam dizendo todo tipo de asneiras com os romances de banca, e os seguidores desses ''leitores cultos'' ajudava a propagar o preconceito.
Muitas pessoas não sabem que editoras conceituadas vendem livros que no passado faziam parte dessas séries, Obvio, que a qualidade é superior, letras maiores, páginas de qualidade, a capa linda de morrer tendo como resultado: o sucesso.
Talvez seja pela a qualidade tão inferior que os romances de banca é tão mal visto, outro ponto que ajuda ao pré-julgamento negativo é que muitas pessoas assemelham esses romances com histórias que contém muito apelo sexual, não vou mentir que não tem, tem sim! Por isso  que esse romances é dividido em séries, por exemplo: os romances históricos são mais focados em romances que se passa em batalhas, guerras e detalha muito pouco a intimidade de um casal, na maioria das vezes o capitulo termina com os personagens indo para quarto (apenas isso). Para pessoas que gostam de leituras picantes existem as séries: Flor da pele, paixão e outros.
As pessoas gostam muito de rotular sem ao menos conhecer, muitas escritoras que hoje são famosas vieram dos romances de banca. Vou citar a mais famosa!

Nora Roberts

Capas da Harlequin (romances de banca)



Capas de outras editoras:






Vamos dizer não a todo tipo de preconceito!!




Um Comentário

  1. Há muito preconceito sim, lamento por isso e principalmente porque vejo que as mulheres que conheço e que curtem essa literatura, geralmente são mais seletivas afetivamente. São sozinhas, muitas vezes, mas não se submetem a qualquer um. Leituras desse tipo parecem nos levar a contatos seguros com os mais variados perfis, e nos ensinam a detectar anomalias às vezes sérias nos contatos, relacionamentos reais. Por fim, um viva aos romances de banca!!

    ResponderExcluir